top of page
Fase I
Fase I

Programa Terapêutico Reconstruir

Da necessidade ao projeto...

Em 1968 o Sr. Pe. Valente de Matos fundou um movimento, que se insere na Igreja Católica, designado por Convívios Fraternos. Esse movimento juvenil destina-se desde então a todos os jovens com pelo menos 18 anos, que tenham uma iniciação feita na paróquia, e consiste num encontro com a duração de 3 dias, em regime de internamento, onde se pretende que haja uma reflexão séria e uma oportunidade para um encontro consigo próprios, com os outros e com Deus, em ambiente de convívio e animação.

Convívios Fraternos

Nesses convívios o Sr. Pe. Valente de Matos viu crescer o número de jovens com problemas relacionados com substâncias psicoativas e com dificuldade em encontrar internamentos sem fins lucrativos, com um mínimo de eficácia de tratamento. Desta forma, em 1994 surge o Centro Social Convívios Fraternos, uma Instituição Particular de Solidariedade Social, enquanto tratamento e reinserção de jovens com Comportamentos Aditivos e Dependências. Este é uma Instituição Particular de Solidariedade Social sem fins lucrativos que visa a formação integral de jovens.

bottom of page